O Tal do Meme

Esse memê foi enviado pelo estimado amigo CudiPato. Eu teria que responder isso em sete minutos, mas devo ter demorado umas sete semanas. Como disse o Ismael, corro o risco de perder meu emprego e pessoas que amo…por isso vou arriscar postar com atraso, pra tentar amenizar a maldição. Também tenho que envia para 20 blogueiros que eu conheço. Fofo, né?

Como vocês devem ter notado, o meu querido amigo Diego passa a fazer parte do Agridoce. Tenho certeza que sua chegada trará mais alegria, informação e tranquilidade a esse blog. Espero ansioso por novos posts. Pra dar continuidade, ele terá a responsabilidade de ser o primeiro a responder o MEME, aqui mesmo, no Agridoce.

Uma hora: O horário que acaba o expediente (costuma variar)
Um astro: Só conheço o cãozinho dos Jetsons
Um móvel: Computador
Um líquido: H2O pura…um dia ainda experimento
Uma pedra preciosa: Jade
Uma árvore: Jambeiro. Lembranças marcadas na pele
Uma flor: Rosa rosada
Um animal: Peixe…pra todas as ocasiões
Uma cor: Verde
Uma música: Neste instante, Camarada D´Agua – Teatro Mágico
Um livro: Na cabeceira, Quando Nietzsche Chorou – Irwin Harlow
Comida: Peixe.
Um lugar: Colo do Maninho
Um verbo: Sorrir
Uma expressão: “Vou meeermo”
Um mês: Outubro…por motivos óbvios e outros nem tanto
Um número: 7
Um instrumento musical: Guitarra
Uma estação do ano: Manaus só tem duas…prefiro a que chove
Um filme: Laranja Mecânica – Stanley Kubrick

 

Os blogs…

Somatize

Leseira Baré

Graciene Siqueira

Coisas de Manauara

Guh Nogueira

Dazibão

Exclamação

Olha Só o que eu te escrevi

Pontos Finais

Shangri-lá

não deu 19…o Diego completa com o resto =p

postado por: Andrés Pascal

Anúncios

5 comentários sobre “O Tal do Meme

  1. diegoqueiroz

    Eu não sei os outros blogs pra indicar, mas vou pesquisar =P E desculpa a ignorância, mas eu não sabia o que era memê. Mas se eu tivesse que escolher uma expressão, falaria “Beleza garoooooto, aeEeEeEeEe!!” =]

  2. Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller controverso O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que respeita à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser idéias ou partes de idéias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

    Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da “linguagem como vírus”, afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos.

    fonte: wikipédia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s