A tão original volta dos que não foram

Como é bom entrar no Agridoce depois de um longo período ausente e ver que houve uma mudança por completo por aqui. O Andrés mandou ver mesmo e eu achei que ficou bem legal. É muito confortante também saber que as mudanças não envolveram um corte no login do Diego, seu amigo postador do blog. Isso é o mais legal.

Agridoce nas Olimpíadas

Hoje eu vi a partida da Seleção Feminina de basquete contra a Austrália, atual campeã mundial, e fiquei meio com pena delas. Elas até se esforçaram bastante, mas perderam. Hã umas duas semanas, eu vi umas cenas da época em que o Brasil era comandado nas quadras por Hortência, Magic Paula, Janeth e companhia (time vice-campeão olímpico) e não dá nem para comparar passado e presente. Assim como não dá para comparar a Seleção masculina do Óscar com a Seleção masculina do Leandrinho e dos caras da NBA.

O pior de tudo é que, se nós formos por esse caminho de comparações, acho que não dá nem vontade mais de ver os Jogos na condição de brasileiro. Tudo o que conseguimos até agora foram dois bronzes, no judô, e essa foi a maior manchete esportiva hoje para o Jornal Nacional. É nessas horas que nós temos certeza que o Brasil é um país muito medíocre nessa área de esportes. Enquanto outras nações brigam pelo ouro, nós nos contentamos com o bronze ou um quarto l ugar. Até no futebol, onde teoricamente somos os melhores, lutamos contra a estigma do fracasso. Será que dessa vez vai?

Agridoce de olho na Imprensa

Eu não gosto muito dessa coisa de falar “um articulista local”, “uma jornalista local” ou algo do tipo. O ideal é fornecermos a informação mais definida e clara possível e não ter medo de exercitar a liberdade de expressão. A crítica que o Andrés fez, noutro dia, em um post aqui no blog, foi em alusão a um erro cometido pela jornalista Mazé Mourão, do A CRÍTICA, em um de seus comentãrios no jornal televisivo da emissora. Talvez já tivessem sacado isso mesmo sem o esclarecimento. Na verdade, eu só faço questão de esclarecer isso para pegar o gancho e dizer que também estou preparando uma crítica sobre uma crônica que a mesma jornalista escreveu para o jornal A CRÍTICA, sobre algo relacionado ao Festival de Ópera. Eu ainda estou checando as informações, mas devo publicar o texto em breve aqui no Agridoce.

Agridoce Dicas

Dêem uma acessada no site http://www.textobr.com. É uma página produzida por jornalistas parceiros e que vale a pena dar uma conferida.

Abraços a todos,

Diego

Anúncios

8 comentários sobre “A tão original volta dos que não foram

  1. Raoni Lourenço

    Finalmente Diego, agora espero posts com mais frequência , reclamei isso com o Andrés, pois é complicado depender do site de A CRÍTICA, ou do blog de alguns outros “jornalistas” locais (ahuahuahuahuha) pra ter contato com Manaus. Agora sobre esporte, é muito cômodo voltar a postar falando de basquete, não acha? Ainda nesse assunto, fique sabendo que estou jogando direto pra não dar chance pra vcs quando eu voltar 😛

  2. Diego

    E aí, Raoni! Soube que você está nos Estados Unidos, que massa. Falar de basquete é sempre bom, você sabe. E estamos esperando a sua volta para marcar um grande basquete e ver aquelas suas cestas bizarras executadas em meio a passes de capoeira. Abração!

  3. O Raoni tá treinando basquete todos os dias no Estados Unidos??Beleeeeeza…o novo embate entre Engenharia Civil e Comunicação Social promete então…promete um resultado bem mais expressivo que o da última vez =p

  4. Raoni Lourenço

    Engenharia Civil?????? Agora é que eu vou treinar mesmo, depois de ofender a Computação dessa maneira você merece nem tocar na bola (hehehehehehehe)

  5. Victor

    Sobre o basquete: enquanto o Grego continuar na CBB, não dá para esperar muita coisa do basquete. Comparar com a época da Hortência e do Oscar então…

    Sobre os outros esportes: não sei se “medíocre” é a melhor palavra pra definir o esporte brasileiro, pelo menos em relação a boa parte dos atletas. Ficar em terceiro ou quarto lugar em uma competição que reúne atletas de todo o mundo não é tão ruim, ainda mais se considerarmos toda aquela coisa de falta de apoio, estrutura e blábláblá.

    E acho que você quis dizer ‘Festival de Jazz’, ao invés de ‘Festival de Ópera’.

  6. Diego

    Poisé, Victor. Eu realmente quis dizer Festival de Jazz. Quanto ao “medíocre”, é justamente isso que o Brasil é – medíocre, mediano. A culpa não vai para os atletas, que conseguem resultados até expressivos em maio à falta de apoio e blábláblá, mas sim para o Governo – seria interessante fazer um comparativo de investimentos de Esportes de países de elite (EUA, China) e o Brasil.

  7. Victor

    Diego,
    O problema é que ninguém fala sobre isso, e muito menos faz alguma coisa pra mudar. É sempre a mesma coisa nas Olimpíadas: Os jornais mostram os poucos que ganharam medalhas, o choro de quem perdeu depois de muita luta e só. Ninguém vai a fundo.
    Aliás, ontem o Juca Kfouri fez um post meio que sobre isso no blog dele, falando do que ele viu no Jornal Nacional. Citando umas partes:
    “Eduardo Santos, o judoca, que ficou por pouco na luta pelo bronze, chorou o velho choro dos atletas brasileiros que lutam contra tudo e todos, porque o dinheiro, cada vez maior, patrocina muito mais mordomias dos cartolas que apoio aos atletas. Mas isso você quase não vê no jornal. (…) Melhor saber que o “JN” é finalista de um grande prêmio de mídia pela bela cobertura que fez do acidente da TAM, pouco mais de um ano atrás. Catástrofe que consegue ser incomparavelmente maior que a não-política esportiva do Brasil.”
    Anyway, seria muito interessante fazer um comparativo de investimentos entre um país como os EUA e o Brasil (apesar de que seria muito difícil). De qualquer forma, faz aí, que isso dá um bom post. =P

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s