Notinhas do Parlamento

Tributo a Gushiken – A tão esperada volta de Alfredo Nascimento ao Senado Federal foi algo fora do comum. Em seu discurso de defesa das denúncias de faturamento no Ministério dos Transportes, o pai do express0 (e padrasto da BR-319) disse que foi abandonado pelo Governo, e prometeu provar sua inocência, a exemplo de outros ministros que passaram por frituras. Ele disse que Luís Gushiken, ex-ministro de comunicação de  Lula, só havia conseguido provar que estava limpo depois de morto. O único problema é que o japa continua vivinho lula da silva.

Mais Caro do Mundo – O que era assunto proibido pela turma do governo na época da campanha, agora ganhou força na ALE-AM. Hoje os deputados discutiram a intenção do governo de cobrar pedágio para travessia na Ponte Sobre o Rio Negro. De acordo com a base aliada, a ideia é para garantir que a Ponte de R$ 1 bilhão tenha manutenção frequente nos seus três quilômetros. No afã de agradar ao governador, deputados propuseram tarifas que variam entre R$ 5 e R$ 10. Absurdo, se lembrarmos que a Ponte Rio/Niteroi, com 13 quilômetros, cobra apenas R$4,50

Grande Cidade – Pagar pedágio  para atravessar a ponte-mais-cara-do-mundo Ponte sobre o Rio Negro já não é uma coisa que agrade muita gente, mas, nesta terça-feira, o deputado Orlando Cidade teve uma ideia ainda mais genial. Para justificar que a política de concessões é uma boa sacada do governo do Estado, ele defendeu que seja cobrado pedágio também nas rodovias estaduais, na entrada de cada cidade (sem trocadilho). Ou seja, o cidadão que chega de carro em Manacapuru ou Novo Airão, por exemplo, terá que deixar alguns trocadinhos para os cofres do Estado. Bela forma de incentivar o turismo local, deputado.

O Poeteiro – O vereador Mário Frota deixou transparecer seu lado artístico nesta terça-feira, durante uma tribuna popular na Câmara que discutiu a importância do aleitamento materno. “Acho o gesto de amamentar algo muito lindo. Quando vejo uma mulher amamentando, subitamente me dá uma vontade de escrever uma poesia”. Tá bom, Poeteiro. Conta outra.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s