Eu Comu, Eu Comunicação

Terminou de forma trágica a ínfima participação do curso de Comunicação Social nos IV Jogos Universitários da Ufam. Essa noite a equipe de basquete foi derrotada por medicina, por um placar que eu não me lembro agora.

Jogamos até bem. Viramos o 1º quarto ganhando por dois pontos, mas deixamos que eles abrissem diferença nos três últimos. Destaque pra atuação do Diego, que foi decisivo nos pontos pra nossa equipe. Aliás, todos acabaram jogando bem e mal ao mesmo tempo. Até eu, que tradicionalmente não sou um mestre das quadras, acabei fazendo umas cagadas positivas na defesa.

O problema é que erramos muitas cestas, e pagamos por isso. O resultado foi a eliminação no primeiro jogo, diferente do ano passado, quando chegamos a ganhar os dois primeiros, e só perdemos pro time de Ciência da Computação (que sagrou-se campeão em 06). Dessa vez tivemos o azar de pegar um time mais forte que o dos últimos jogos. Lembro que foi bem mais facinho ganhar de Letras e Matemática no ano passado.

Ontem o dia também não foi dos melhores. O time de vôlei de Comunicação(atual bronze dos jogos), perdeu pra Engenharia Civil (atual ouro), e foi eliminada na primeira fase. Estávamos desfalcados de feras como Anderson e Mário, o time teve que se unir com Letras Inglesa e Ciências Sociais. Desentrosado, jogamos ate bem, mas erramos besteira e perdemos por 2 X 0.

Completando os três times inscritos, futsal perdeu de w.o pra algum time que nem sei. Triste…ano passado tivemos um número grande de atletas, e equipes até competitivas.Faltou organização do curso.Esse ano nenhuma mulher jogou (e ano passado tivemos o lendário time de futsal feminino). Achei que no meu último ano de jogos a gente chegaria mais longe. Mas, tudo bem. Se eu continuar escrevendo sobre assuntos bobos e não adiantar meu TCC, quem sabe dê pra jogar no próximo ano =p

Abraços

Anúncios

Unilivre discute Tv Pública

Depois de alguns meses de abstinência bloguística por motivos não-justificáveis, volto fazendo uma propagandazinha institucional. Quero divulgar aqui o Programa Universidade Livre de Manaos, o Popular com Qualidade…Esta é uma pequena notícia do último programa, que pretendo trazer regularmente pra vocês. Aproveitem.

p1080002.JPG

Aproveitando o gancho das discussões sobre o tema em todo país, o programa de rádio Universidade Livre de Manaos, entrevistou neste último sábado (13), o presidente da Comissão Pró-TV Pública no Amazonas, Pedro Moura, que falou sobre a importância da implantação de uma TV Pública no Brasil.

A entrevista aconteceu durante a programação da Rádio Rio Mar (na freqüência AM 1290) e durou aproximadamente uma hora (de 10 às 11h). Ela foi conduzida pelos apresentadores Sílvio Lima e Andrés Pascal, estudantes de jornalismo da Universidade Federal do Amazonas.

Pedro Moura aproveitou o espaço para divulgar os últimos informes sobre a implantação da TV Pública no país. Ele destacou que discussões estão sendo realizadas em todos os estados, entre os grupos sociais ligados a comunicação. Pedro destacou que o foco do movimento agora é garantir a participação da sociedade na construção da TV no país, ampliando sua representatividade.

Durante o programa, outros assuntos foram abordados, como o debate sobre a qualidade das tv´s comerciais, a democratização da comunicaçãoe e os vencimentos das concessões de TV no país. Aproveitando este tema, Pedro Moura fez uma avaliação do ato realizado no dia 5 de outubro, na Bola do Coroado, onde estudantes, comunitários e jornalistas pediram uma análise mais apurada dos meios de comunicação que terão suas concessões renovadas.

O programa também contou com a participação de ouvintes, que fizeram perguntas e comentários, por telefone, sobre os temas abordados. O sábado marcou também o lançamento do novo e-mail do programa (universidadelivre@riomaronline.com.br), que será mais um instrumento de participação da sociedade no programa, sugerindo temas, dando sugestões e críticas à produção.

O Universidade Livre de Manaos é um projeto de extensão do curso de jornalismo da UFAM, em parceria com a Rádio Rio-Mar. Ele acontece todos os sábados, de 10 às 11h, e é apresentado e produzido por estudantes de jornalismo da UFAM.